Meu filho estar usando drogas,e agora?

De repente, você descobre que seu filho adolescente começou a usar drogas. Dezenas de pensamentos vêm à mente. Medo, insegurança, desespero e até raiva. A situação pode ser bastante complexa, mas especialistas no assunto tem alguns caminhos para lidar com a situação, especialmente quando o filho acabou de começar a usar drogas.A adolescência é uma das fases mais complexas na vida dos filhos, não é mesmo? Nessa fase de descobertas, o uso de entorpecentes pode ocorrer e é necessário atenção. Por vezes, isso ocorre apenas por curiosidade, mas pode se tornar um vício muito rápido. Agora, para responder ao questionamento “como saber se meu filho usa drogas”, veja algumas situações que podem colaborar para essa descoberta.

 

Afinal, como saber se meu filho usa drogas?

O investigador particular explica que a mudança de comportamento dos filhos adolescentes deve ser entendida como um sinal de alerta. Esses adolescentes podem estar com problemas no colégio ou o uso de drogas é o responsável pela mudança de comportamento.

Caso nunca tenha se questionado sobre como saber se meu filho usa drogas, confira algumas dicas cedidas pelo detetive Lira, que tem expertise na investigação familiar deste tipo.

As mudanças que costumam acontecer em filhos usuários de droga são:

  • Irritabilidade em excesso;
  • Perca de desempenho escolar;
  • Excesso de sono ou extrema agitação;
  • O adolescente passa a ficar mais tempo longe de casa;
  • Passa a se relacionar com pessoas de comportamento duvidoso;
  • Pode cometer pequenos delitos em casa para arrecadar dinheiro.

Diálogo

A dica é que um adolescente não use drogas e álcool (ou os dois). E ponto. Apesar disso, quem tem filhos sabe que é uma situação que acontece com muita frequência. Inicialmente, traga o assunto para a mesa. Não coloque para debaixo do sofá, mas também não chegue com os dois pés na porta. A ideia é criar um ambiente em que afeto e autoridade andem juntos.

Como conversar?

Antes de partir para uma bronca, se interesse por outros aspectos da vida de seu filho. Ouça o que ele gosta de fazer no colégio, em casa e com quem ele se relaciona. Uma dica dos especialistas é criar um momento e um espaço de convívio com o filho. Pode ser um jantar, assistir a um filme ou uma série em determinados dias da semana — ou até mesmo diariamente. Sem forçar a barra, isso tem de ser natural. É importante analisar o histórico desses encontros para notar se há alguma mudança de comportamento física (como olhos avermelhados, falas desconexas) ou psicológica (irritado demais, sonolento, problemas e escolares etc.).

Detetive particular ajuda pais a descobrir se os filhos usam drogas ou não

A procura por este tipo de investigação familiar tem crescido na agência do detetive Lira, uma vez que um número maior de pais e mães se questionam como saber se meu filho usa drogas.

Neste caso, a profissional aconselha que seja feita uma investigação de adolescentes, pois, alguns conseguem despistar os pais. A profissional explica que esses jovens são bem ágeis e já teve casos em que ela precisou de um tempo maior para descobrir o que um adolescente fazia, uma vez que ele não dava indicativos de nada errado.

Marque agora uma reunião. E resolva seus problemas.